• Redação

Bem-aventuranças do catequista - Parte II

Confira no texto abaixo a segunda parte das bem-aventuranças do catequista!


Leia a Parte I aqui!


Bem-aventurados os catequistas que são pobres de espírito, generosos e disponíveis na sua missão.


Bem-aventurados os catequistas que vivem o que ensinam.


Bem-aventurados os catequistas que chegam aos corações dos catequizandos com ternura para ajudá-los a serem felizes.


Bem-aventurados os catequistas que servem a comunidade sem esperar recompensa.


Bem-aventurados os catequistas que ajudam os catequizandos a entenderem a sua realidade para construir nela a justiça e a paz.


Bem-aventurados os catequistas que motivam os catequizandos.


Bem-aventurados os catequistas que vivem a fraternidade, transmitindo alegria por serem filhos de Deus.


Bem-aventurados os catequistas que meditam a palavra de Deus e a põem em prática.


Bem-aventurados os catequistas tocados pelo Espírito Santo para acolherem a missão do anúncio, porque deles é o Reino dos Céus.


Bem-aventurados os catequistas que acolhem, de abraços abertos, a existência a ele confiada porque será acolhido pelos braços do Pai.


Bem-aventurados os catequistas que amam o mais irrequieto, o mais traquina, porque alcançarão a serenidade e a paz.


Bem-aventurados os catequistas que aceitam a correção fraterna porque crescerão na humildade.


Bem-aventurados os catequistas que são mediadores entre Deus e as famílias porque encontrarão a verdadeira comunhão.


Bem-aventurados os catequistas que encontram dificuldades e incompreensões porque alcançarão a glória de Deus.


Bem-aventurados os catequistas que se deparam com a indiferença e o ceticismo porque serão fortalecidos na fé.


Bem-aventurados os catequistas que sorriem porque alcançarão a vida em Deus.

57 visualizações

Contato

Loja Virtual

Site Institucional

Desenvolvido por - Editora Vozes