Contato

Loja Virtual

Site Institucional

Desenvolvido por - Editora Vozes

  • Redação

Coluna da Débora: Viver e celebrar

Na coluna de hoje, a autora Débora Pupo apresenta o livro Viver e Celebrar - dinâmicas e reflexões sobre os Evangelhos dominicais, dos autores Paulo Gil e Clemente Raphael Mahl. Boa leitura!

Olá queridos(as) leitores(as). Vamos para mais uma conversa literária? Puxe a cadeira e entre na roda.


Para iniciar nossa conversa eu gostaria que você pensasse nessas perguntas: como você classifica seus livros? Ou como os seleciona? Já que perguntei, e enquanto você pensa, eu apresento a minha resposta.


Pois bem, geralmente eu seleciono meus livros da seguinte maneira: aqueles que são para leitura rápida, os que são para estudo e os de pesquisa. Por fim, aqueles materiais aos quais sempre recorro para uma ideia, uma inspiração, isto é, aqueles materiais que se tornam companheiros de formação, seja pessoal ou comunitária. E é nessa última categoria que encaixo o livro que apresentarei hoje. Vamos conhecê-lo?


O escolhido dessa vez se chama “Viver e celebrar: dinâmicas e reflexões sobre os Evangelhos dominicais” dos autores Paulo Gil e Clemente Raphael Mahl. Antes de seguir com a escrita, preciso deixar um alerta: não se assuste com o tamanho do livro! É um volume de peso (e que pesa). Mas ao conhecê-lo melhor você vai entender o porquê do tamanho, pois ele dá conta dos três ciclos do Ano Litúrgico.


Esse material foi pensado para catequistas, equipes de liturgia, responsáveis pelas celebrações da Palavra, Ministros da Palavra e todo católico que desejar aprofundar a liturgia proposta para as celebrações dominicais.


Não se trata de um livro para ser lido apenas. Ele se apresenta como um companheiro de caminhada na linda missão de aprofundar a fé. Ainda que situado na dimensão litúrgica ele se encaixa muito bem na linha bíblica, pois o seu miolo é composto pelas leituras bíblicas indicadas pela liturgia dominical.


Acredito que o maior mérito dessa obra está na proposta de se aproximar da bíblia compreendendo a necessidade de estabelecer ritmos. Esse ritmo é marcado pelo tempo: tempo de invocar, tempo de escutar e acolher, tempo de dinamizar, tempo de repercutir, tempo de dialogar, tempo de semear. A referência será sempre o texto bíblico que, uma vez levado para a vida, traz a vida para dentro da Palavra.


Destaco as introduções, tanto a geral quanto à dos tempos litúrgicos, apresentam o essencial para que se compreenda o sentido do ciclo litúrgico e do caminho que somos chamados a percorrer. As sugestões de dinâmicas permitem não apenas dinamizar o encontro, como também aprender e crescer em comunidade, sentindo-se parte de uma grande família que a Igreja.


O passo a passo apresentado no livro garante um encontro de estudo, e principalmente de meditação, já pronto. Porém não se engane pensando que é só coloca-lo na bolsa que tudo sairá bem. É preciso estudo e preparo. Ele pode lhe ajudar a pensar encontros formativos e também orantes, mas é preciso que você conheça o material, estude e se prepare para ser como um ritmista: marcar o tempo para que o todo se complete.


Não fique sem esse importante auxílio para a formação!


Até breve e boas leituras!

Débora Pupo é Coordenadora Regional da Dimensão Bíblico-Catequética do Regional Sul 2, da CNBB e autora da coleção "Crescer em Comunhão" e do livro: "Catequese... Sobre o que estamos falando mesmo?", ambos publicados pela Editora Vozes. Bacharel em Teologia, pela Faculdade Missioneira do Paraná, a colunista também é mestre na mesma área, formada pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Curitiba, tendo como título de sua dissertação: "Iniciação Cristã e Catequese com adultos: um caminho para o discipulado".

22 visualizações