• Redação

Dois contos sobre a Páscoa para ler e refletir com os catequizandos

No próximo dia 04, celebraremos o Domingo de Páscoa. A data foi lembrada pelo autor Sebastião de Matos Félix com quatro contos no livro A transmissão da fé. Selecionamos dois desses textos para compartilhar com nossos leitores. Os conteúdos podem ser lidos e refletidos com os catequizandos, mesmo sem as catequeses presenciais - sugerindo, inclusive, a participação dos pais e familiares.

Leia abaixo:

A Páscoa

“Guarda o mês de Abib, celebra nele a Páscoa em honra do Senhor teu Deus, porque

foi no mês de Abib, numa noite, que o Senhor teu Deus te libertou do Egito” (Dt 16,1).

Por que esta noite é diferente das outras noites?


Os filhos perguntam a seu pai:


Já que todas as noites não precisamos temperar (molhar) os alimentos nem sequer uma vez, por que nesta noite o fazemos duas vezes? Todas as noites comemos pão fermentado (hametz) ou pão ázimo (matzá) e nesta noite somente pão ázimo? Todas as noites comemos diversas verduras e nesta noite comemos só verduras amargas? Todas as noites comemos ou sentados ou reclinados, por que nesta noite comemos todos reclinados?


Resposta do pai


Fomos escravos do faraó no Egito e o Senhor, Nosso Deus, nos tirou de lá com mão forte e braço estendido. E se o Santo – bendito seja – não tivesse tirado nossos antepassados do Egito, nós, nossos filhos e os filhos de nossos filhos estaríamos ainda oprimidos pelo faraó do Egito. E se fôssemos todos doutos (detentores de grandes conhecimentos), todos inteligentes, todos anciãos e todos conhecedores da Palavra (Torá), deveríamos narrar a história da libertação do Egito.


No diálogo com os pais, aparecem quatro filhos diferentes, fala a Torá: Um sábio, outro malvado, um simples e outro que não sabe perguntar.


O sábio (o que diz?): Quais são os testemunhos, as leis e os estatutos que o Senhor, Nosso Deus, vos ordenou? A este, responde de acordo com as prescrições para a Páscoa, até aquela que nos proíbe comer qualquer sobremesa depois de comer o cordeiro pascal.


O malvado (o que diz?): Que rito é este para vós? (“Para vós” e não para ele).

Já que ele se exclui da comunidade, recusa os princípios fundamentais do povo de Israel; deverás fazê-lo ranger os dentes e dizer-lhe: “Faz-se isto por causa do que Deus fez comigo quando saí do Egito. A mim, não a ti, porque, se tivesses estado lá, Ele não te teria libertado”.


O simples (ingênuo) (o que diz?): O que é isto? Responde-lhe: “Com mão forte,

Deus nos tirou do Egito, da casa da escravidão”


Ao que não sabe perguntar, explica-lhe tu, como está dito: “E contarás a teu filho naquele dia, dizendo-lhe: Faz-se isto por causa do que Deus fez comigo quando saí do Egito”.

“Este é o dia em que o Senhor agiu” (Sl 118)


Um midrash deste salmo nos apresenta uma bela cena: Os habitantes de Jerusalém

estavam nos terraços da cidade santa quando o rei Messias se aproxima a partir do monte das Oliveiras à frente de um cortejo de peregrinos da Judeia; uns e outros o saudavam, alternando os versículos:


Os habitantes de Jerusalém gritarão de dentro:

– Senhor, dá-nos a salvação!


E os habitantes da Judeia responderão de fora:

– Senhor, dá-nos prosperidade!


Os habitantes de Jerusalém gritarão de dentro:

– Bendito o que vem em Nome do Senhor!


Os habitantes da Judeia responderão de fora:

– Nós vos bendizemos a partir da Casa do Senhor!


Os habitantes de Jerusalém gritarão de dentro:

– O Senhor é Deus, Ele nos ilumina!


Os habitantes da Judeia responderão de fora:

– Uni-vos em procissão, com ramos, até os ângulos do altar!


Os habitantes de Jerusalém gritarão de dentro:

– Tu és meu Deus, dou-te graças!


E os habitantes da Judeia responderão de fora:

– Meu Deus, eu te exalto!


E os habitantes de Jerusalém e os da Judeia abrirão a boca e louvarão juntos o Senhor

– bendito seja! – gritando:

– Dai graças ao Senhor, porque Ele é bom, porque é eterna a sua misericórdia!


Este midrash, utilizado na Páscoa, pode ser representado pelas crianças divididas em dois grupos: Jerusalém e Judeia.


18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Contato

Loja Virtual

Site Institucional

Desenvolvido por - Editora Vozes