top of page
  • Redação

O que é a Comunhão?



A Comunhão é a nossa intimidade com Jesus. Quando comungamos, exprimimos nosso desejo e nossa busca de sermos um em Cristo. A Comunhão nos conduz no caminho que nos leva a Deus e ao encontro de nossos irmãos e irmãs, de modo especial aos mais pobres.


Quando comungamos, a Eucaristia desperta em nós o sentido missionário, ou seja, nos transforma, fazendo-nos sair de nós mesmos e ir ao encontro do outro, pois “quando se faz uma verdadeira experiência do Ressuscitado, alimentando-se de seu corpo e de seu sangue, não se pode reservar para si mesmo a alegria sentida”. O encontro com Jesus na Eucaristia suscita em nós a vontade de anunciar, assim como aconteceu com os discípulos a caminho da comunidade de Emaús ao terem reconhecido Jesus no partir o pão, “partiram imediatamente” para comunicar aos outros a experiência de terem visto e ouvido o Ressuscitado.


Portanto, ao comungarmos, precisamos ter a consciência do tesouro incomparável que é a Eucaristia na nossa vida, pois foi por meio dela que Cristo “encontrou o modo de permanecer conosco para sempre”, e participar dela, então, é entrar em comunhão profunda com Jesus. É manter uma íntima e recíproca relação com Ele.


Ainda, com relação à Comunhão, devo pontuar que, segundo a tradição, nos primeiros séculos ela era recebida na mão, fazendo da mesma um trono para receber o Rei, e a mão esquerda era colocada sobre a direita. “Quando tu te aproximas (para a comunhão) não te aproximes com as palmas das mãos estendidas, nem os dedos abertos, mas faze de tua mão esquerda um trono para tua mão direita, pois esta deve receber o Rei, e no côncavo de tua mão recebe o Corpo de Cristo, dizendo: Amém”. A partir do século IX, passou a receber somente na boca. Após o Concílio Vaticano II, o fiel tem a possibilidade de receber na mão ou na boca, mas sempre observando o mesmo princípio, que é a atitude de respeito para com o Corpo do Senhor. E, optando pela possibilidade de receber na mão, ainda é válido o conselho de São Cirilo, fazendo da sua mão um pequeno altar para o Senhor, recebendo-o na mão esquerda e levando à boca com a mão direita.

 

Sobre a obra:



O objetivo desta obra é colocar o leitor em contato direto com a Sagrada Liturgia da Santa Missa. Sua leitura ajudará a compreender os ritos que compõem a celebração da Eucaristia e a refletir sobre o verdadeiro sentido do mistério de Cristo na liturgia.

83 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page