top of page
  • Redação

Que consequências a fé traz para a minha vida?


Esta é outra pergunta que muitas pessoas se fazem. Pela fé conquistamos favores especiais de Deus ou garantimos nosso lugar no céu? A fé pode mover a nossa vida?


Nas Escrituras Sagradas encontramos vários exemplos de consequências para a vida daqueles que tinham fé. Foi pela fé que Abraão partiu para uma terra desconhecida, obediente a Deus (cf. Gn 12,4), e aceitou oferecer seu único filho em sacrifício (cf. Gn 22,1). Pela fé os pais de Moisés esconderam o recém- -nascido (cf. Ex 2,2); também pela fé Moisés guiou os filhos de Israel para fora do Egito (cf. Ex 14,21-31). Muitos outros personagens, movidos por uma fé verdadeira, resistiram a perigos, praticaram a justiça, transformaram histórias (cf. Hb 11).


Deus age conosco tal como agiu com Josué, com uma promessa e uma orientação. A promessa era que o povo de Israel, de fato, entraria na terra prometida a Abraão, a Isaac e a Jacó; a orientação estava nas palavras repetidas por Deus: “Sê forte e corajoso” (cf. Js 1,6.7.9). Nós recebemos de Deus a promessa da salvação, e a orientação é para sermos “fortes e corajosos” no esforço para alcançá-la (cf. Lc 13,24). E como Deus não nos abandona jamais, recebemos dele o dom da fé para nosso auxílio e sustento. Deus não age assim para nos dar certezas, mas para nos fazer crescer na fé e alimentar nossa esperança.


Voltemos a pensar em um presente recebido, mas rejeitado. Qualquer presente só causa algum efeito na vida de quem o recebe se for aceito. Ninguém se beneficia de algo que não aceita! Quando com nossa maneira de viver e de nos posicionarmos no mundo recusamos a fé, certamente ela não trará qualquer consequência para a nossa vida. Porém, toda vez que praticamos e vivemos a nossa fé, nós nos lembramos de quem a recebemos e por que a recebemos. Dessa lembrança brotam em nós gratidão, alegria, fraternidade, esperança, que se tornam visíveis na maneira como agimos e como nos posicionamos no mundo. Assim, essa fé-presente torna-se, ao mesmo tempo, resposta e ação, espalhando sementes de vida plena.

 

Sobre o livro:

Maria do Carmo Ezequiel Rollemberg


A obra Falar de fé na catequese, dividida em quatro capítulos, apresenta diversos aspectos importantes sobre a fé e como levá-la ao cotidiano de cada pessoa. O conteúdo não só facilita a compreensão do leitor, mas auxilia quem depois irá desenvolver seu conteúdo, como catequista ou como agente formador nas pastorais. Os capítulos servem como subsídio para o estudo e a reflexão sobre a fé, e os conteúdos podem ser desenvolvidos individualmente ou em grupos. O último capítulo reúne roteiros de estudo sobre o conteúdo desenvolvido, com sugestões e indicações para a formação nas diferentes pastorais.

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page