• Redação

Reflexão do Evangelho: Quarto Domingo da Páscoa | Jo 10,11-18

Por Pe. Almerindo da Silveira Barbosa

Celebramos o domingo do Bom Pastor. São João gasta um capítulo inteiro (Jo 10) para falar do Bom Pastor. O Bom Pastor, é aquele que dá a vida plena ao rebanho. Como rebanho seu, somos convidados a ouvir sua voz e seguir sua proposta.


O texto proclamado são os versículos 11 ao 18 e começa com Jesus se apresentando como o Bom Pastor. Não é apenas um Pastor. Ele é o Bom Pastor, que conhece suas ovelhas e não as abandona diante dos perigos. É aquele que chama cada uma delas pelo nome.


O texto é uma Catequese sobre a Missão de Jesus. Na Parábola, vemos duas atitudes. A atitude do Pastor, que dá a vida pelas ovelhas. E a atitude das Ovelhas, que conhecem o Pastor (vers. 14). Essas atitudes, através da imagem Pastor/Ovelhas, nós já conhecemos bem. Por isso quero deter-me em um verbo contido no texto, que é o verbo CONHECER, para que possamos crescer na intimidade com o Senhor.


Deus já nos conhecia muito antes, quando nós ainda éramos informes, quando nós ainda nem éramos pensados pelos nossos pais. Antes mesmo que viéssemos ao mundo, Deus já nos chamava pelo nome, porque somos frutos do seu amor infinito. Portanto, antes de virmos ao mundo Deus já nos conhecia.


É algo profundamente significativo, porque ao ouvirmos Jesus dizer no Evangelho que nos conhece pelo nome, Ele está dizendo quem tem um amor pessoal por nós. Isso é consolador! Jesus nos ama de tal forma, que nos conhece individualmente e nos chama pelo nome. Para cada um de nós Ele tem um amor único.


Continua o verso 14 dizendo que Jesus conhece suas ovelhas e elas conhecem Jesus, assim como o Pai conhece Ele e Ele conhece o Pai. Então, diante dessa verdade cabe-nos fazer um questionamento: Será que nós conhecemos a Jesus? Será que temos uma intimidade profunda e verdadeira com Ele?


Sabemos que o conhecimento não se faz na distância. Quando uma pessoa se distancia de nós, vamos perdendo a capacidade de reconhecer sua voz. Para se ter conhecimento é necessário que tenhamos uma intimidade. Só se conhece Jesus quando temos uma íntima união com Ele.


Para conhecermos Jesus e termos intimidade com Ele, precisamos dedicar um tempo na sua presença ao longo do dia. Pois conhecer é travar uma amizade profunda, pessoal e próxima, de coração a coração.


Nesta semana do Bom Pastor, peçamos a Jesus, que tenhamos a capacidade de sentir-nos conhecidos, amados e chamados pelo nome e penetrados por seu olhar amoroso, escutando sempre a sua voz.

Pe. Almerindo da Silveira Barbosa, formado em Filosofia e Teologia, pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Minas Gerais, o colunista também possui especialização em Ensino Religioso, pela Faculdade do Noroeste de Minas (FINOM), e em Teologia Pastoral, realizada na Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia, em Belo Horizonte. Pe. Almerindo é coautor da coleção “Deus Conosco” e do livro Quem é esse Jesus e autor da obra A missa – Conhecer para viver, também publicado pela Editora Vozes.

68 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo