• Redação

Reflexão do Evangelho: Quem não é contra nós é a nosso favor! | 26º Domingo do TC Mc 9,38-43.45.47-4

Por Pe. Almerindo da Silveira Barbosa

Jesus, ao longo do caminho, vai nos instruindo e nos fazendo tomar consciência da diferença que há entre a mentalidade do mundo e o pensamento de Deus e como deve ser a vivência de seu reino.


No texto anunciado vimos o discípulo João, relatar para Jesus a experiência que ele viu. Alguém realizou exorcismos e não pertence ao grupo do Senhor – “Mestre, vimos um homem expulsar demônios em teu nome. Mas nós o proibimos, porque ele não nos segue”.


Jesus chama a atenção de João dizendo para não proibir, porque ninguém faz milagres em seu nome para depois falar mal de Si. “Quem não é contra nós é a nosso favor”. A atitude do discípulo indignado é bastante perigosa, para quem decidiu seguir Jesus. No aparente cuidado e zelo há, de forma velada, um sentimento de inveja e ciúmes.


O texto termina com uma advertência de Jesus ao discípulo para ter cuidado quanto ao julgamento que se faz das pessoas. “Se tua mão te leva a pecar, corta-a! É melhor entrar na vida sem uma das mãos do que ir para o inferno tendo as duas”. E continua dizendo que se o pé ou o olho levar a pecar, é melhor ter um pé e um olho só, do que ter os dois e perder a vida e ser jogado no inferno.


O texto é profundamente significativo para nós porque, de alguma maneira, nos vimos na pessoa do discípulo João. Muitas vezes queremos colocar defeitos, julgamos e até tentamos proibir pessoas a realizar algum feito na comunidade, porque achamos que tal pessoa não tem sintonia com o projeto de Jesus e os seus ensinamentos. Queremos, na verdade, controlar as pessoas e até Jesus.


Muitas vezes somos tentados a achar que Jesus é nossa propriedade exclusiva ou do grupo que pertencemos. Diante do que Ele nos expõe, no entanto, podemos perceber que seu Espírito pode agir em qualquer pessoa e fazê-la realizar grandes obras em seu nome. Para fazer isso a pessoa não precisa ser do nosso grupo. Basta estar aberta às inspirações do Espírito Santo e deixar sua vida ser guiada por Ele.


A mensagem que Jesus nos deixa é que todas as nossas ações devem ser realizadas em Seu nome e com verdadeiro amor à Ele. Agindo assim, toda e qualquer pessoa será acolhida no coração sereno de nosso Senhor.


Que possamos aprender do Evangelho desse domingo, buscando julgar menos e acolher mais, sendo mais sensíveis às inspirações que o Espirito Santo oferece a todos nós. Em nós e por nós Jesus quer salvar a todos e fazer com que o mundo inteiro seja seu.

Pe. Almerindo da Silveira Barbosa, formado em Filosofia e Teologia, pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Minas Gerais, o colunista também possui especialização em Ensino Religioso, pela Faculdade do Noroeste de Minas (FINOM), e em Teologia Pastoral, realizada na Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia, em Belo Horizonte. Pe. Almerindo é coautor da coleção “Deus Conosco” e do livro Quem é esse Jesus e autor da obra A missa – Conhecer para viver, também publicado pela Editora Vozes.

60 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo