• Redação

Reflexão do Evangelho: Se alguém quiser ser o primeiro, que seja o último de todos | MC 9,30-37

Por Pe. Almerindo da Silveira Barbosa

Como é bonito olhar Jesus como Mestre, ensinando seus discípulos para que possam crescer na intimidade com Ele. O Senhor chama seus colaboradores para sentar-se ao seu lado e, mais uma vez, explica como deve ser a vida de quem se dispõe a viver o seguimento.


Caminhando pela Galileia Jesus percebe que tem necessidade de ficar sozinho com os discípulos. Ele deseja que ninguém fique sabendo aonde estão, para que possa transmitir, com tranquilidade, seus ensinamentos aos companheiros. Mais uma vez explica que sofrerá e será entregue à morte e, que no terceiro dia, ressuscitará.


Os discípulos continuam sem entender, mas não tem coragem de perguntar a Jesus o que Ele quer dizer. Continuam achando que o seu Reino é deste mundo. Discutem, pelo caminho, quem será o maior no grupo do Mestre.


Ao chegar em casa Jesus pergunta o que eles estavam conversando. Senta com eles e explica como deve ser o seguimento. Para segui-lo e ser o primeiro, tem que se dispor a ser o último de todos. Tem que se tornar pequeno e simples, como uma criança.


Jesus esclarece tudo aos seus discípulos porque não quer enganá-los, ao propor o seguimento. Quem, na liberdade, quiser segui-lo deve assumir com a disposição e o despojamento necessários. Por isso precisa se colocar como o último e servir a todos com alegria. Esse é seu reino. Esse é o caminho que se deve trilhar para assumir o projeto de vida plena.


O mesmo que Jesus fez com os discípulos de outrora, ele faz conosco, ao nos propor o discipulado. Por isso precisamos estar entendidos e conscientes de como é a vida de quem escolhe segui-lo. Sua proposta é de vida e felicidade, mas precisa passar por momentos difíceis. As dificuldades são próprias de quem assume a missão de ser missionário do reino.


Jesus, ainda nos ensina, que o seguimento precisa, necessariamente, passar pela humildade. É impossível seguir Jesus, querendo passar por cima das pessoas e desejando viver de privilégios. Para anunciar a mensagem do reino tem que viver o despojamento e a simplicidade. Claro que o mínimo é necessário para realizar bem a missão. Não que o missionário não possa ter nada, mas deve viver desprendido das coisas, para ser livre e inteiro para a proposta e projeto do reino.


Por isso o Evangelho desse domingo nos oferece este ensinamento. Para viver o reinado de Jesus precisamos nos colocar no último lugar e tornar-se servidor de todos, sabendo que os últimos no mundo serão os primeiros no reino de Deus.


Que saibamos escutar, com serenidade, os ensinamentos de Jesus e possamos colocá-los em prática, para sermos merecedores e fazermos parte de seu grupo e de seu reinado.

Pe. Almerindo da Silveira Barbosa, formado em Filosofia e Teologia, pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Minas Gerais, o colunista também possui especialização em Ensino Religioso, pela Faculdade do Noroeste de Minas (FINOM), e em Teologia Pastoral, realizada na Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia, em Belo Horizonte. Pe. Almerindo é coautor da coleção “Deus Conosco” e do livro Quem é esse Jesus e autor da obra A missa – Conhecer para viver, também publicado pela Editora Vozes.

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo