• Redação

Cantinho do catequista: "Ser catequista é testemunhar o amor de Deus por cada um de nós"

No primeiro post da nossa série de testemunhos de catequistas sobre a missão, vamos conhecer a Natalyane Gonçalves, da cidade de Capivari - interior de São Paulo, que atua na catequese há 11 anos. Vamos juntos ler a história dela?

"Olá amores ♡


Sou Natalyane, 24 anos, moro na cidade de Capivari interior de São Paulo, sou catequista há 11 anos e cada ano que passa vejo que a minha vocação é ouro e ver cada criança, jovem ou adultos concluindo mais um etapa não tem preço que pegue. Então vou contar um pouco dessa história incrível, mas para isso precisamos voltar ao ano de 2009, que foi lá que meu Catequista/Padrinho, viu que minha irmã e eu tínhamos vocação para ser catequista, nisso ele deu um tema para fazer para nossa turma de crisma (deu um frio na barriga) mas deu tudo certo rs, mas aí que veio o convite... Vocês duas querem ser catequista? "SIM" e assim foi dado o nosso sim a Deus.


Nossa primeira turma foi de adulto no ano de 2010 meu padrinho foi no ajudando e continuamos firmes e perante a Deus, padrinho José Natal obrigada pelo convite(que Deus tenha o senhor em um bom lugar olhando por nós). Minha irmã e eu seguimos com a nossa vocação, éramos as irmãs catequista como as outras catequista chamava a gente. Hoje ela é catequista na Paróquia São Pedro de Mombuca SP.

Fotografias da catequista Natalyane Gonçalves

Por outro lado eu, já fui catequista de cidade diferente rs e voltei pra Capivari rs, já fui catequista da Cidade de Rio das Pedras SP Paróquia Senhor Bom Jesus e voltei pra cá é a Boa filha a casa torna,comecei em 2010 na Paróquia São Benedito de Capivari e em 2019 foi o meu último ano lá deixei mais do que companheiras deixei uma família lá.


Hoje estou na Paróquia São João Batista,fui muito bem acolhida por todos,mas de todos os anos esse é o mais diferente por causa da situação atual que estamos vivendo mas seguimos com os nossos encontros virtuais e atividades (saudades de um encontro presencial).


Ser catequista pra mim vai além de ser uma vocação, porque a partir do momento que você pega a ficha da criança, você já cria um vínculo com eles, é ser Sal e Luz no mundinho deles e é ser amiga para entender. É ser várias Natalyanes em uma só, é lembrar que os pais são os primeiros catequista deles, é fazer cada encontro ser único. E é testemunhar o amor de Deus por cada um de nós. Uma vez catequista sempre catequista ♡"


Lindo o relato da Natalyane não é mesmo?


Quer aparecer aqui no Cantinho do catequista também? Basta entrar em contato com a gente através do e-mail: blogdacatequese@vozes.com.br.


Esperamos a sua história também!

23 visualizações

Contato

Loja Virtual

Site Institucional

Desenvolvido por - Editora Vozes