• Redação

Coluna da Débora: A Bíblia na catequese

Olá, queridos catequistas e amigos literários!


Vamos para mais uma conversa sobre catequese?



Como o espaço aqui nasceu para falarmos sobre livros, hoje eu gostaria de conversar com vocês sobre um livro muito importante na catequese. Melhor dizendo, sobre vários livros que compõem uma biblioteca essencial para a catequese. Acredito que vocês já desconfiam de qual livro estou falando, mas se ainda não desconfiou vou dizer de uma vez: hoje quero falar sobre a Bíblia e sua importância para a Catequese!


O novo Diretório para a Catequese apresenta a Sagrada Escritura como fonte da catequese e destaca: “entre as fontes, tem evidente preeminência a Sagrada Escritura, dada sua peculiar relação com a Palavra de Deus” (DC, n.90). Isso nos recorda que o lugar da Bíblia na catequese é central, não se trata de um livro à parte, antes ela é a principal fonte da catequese. De acordo com o Diretório Nacional de Catequese (n.108), os objetivos principais para a leitura e a animação bíblica na catequese são: formar comunidade de fé e alimentar a identidade cristã.


As referências aos documentos nos mostram a necessidade de uma catequese bíblica, porém é preciso dizer que quando se trata da Sagrada Escritura ela deveria fecundar, não apenas a catequese, mas “todos os esforços para transmitir a fé” (EG, n. 175).


Pensar a relação Sagrada Escritura e catequese, ou Sagrada Escritura e pastoral, me traz ao coração uma preocupação: a formação bíblica de nossas lideranças, sejam catequistas ou agentes de outras pastorais. É preciso incentivar a leitura, a oração, porém precisamos priorizar o estudo bíblico, pois não se trata de apenas ler de acordo com a intenção de cada um, por melhor que seja, trata-se de promover uma leitura bíblica em união com a Igreja e ligada à Tradição de fé que nos sustenta.


Ao falar que precisamos priorizar a formação bíblica, queremos destacar que não se trata de estudar apenas no mês de setembro, ou pensar momentos orantes e celebrativos com a Palavra, para marcar algumas datas mais significativas. Faz-se necessário trazer a Sagrada Escritura para o centro da catequese, pois esse é o seu lugar!


Outra forma de aproximação da Sagrada Escritura que precisamos incentivar é a Leitura Orante da Palavra, visto que para compreender a Revelação Divina presente nos textos não basta ler ou estudar, antes para compreender as Escrituras exige-se “ainda mais do que o estudo, a intimidade com Cristo e a oração” (VD, n. 86). Por isso não podemos deixar nossa Bíblia servir como objeto de decoração, nem deixá-la como um bonito livro em nossas estantes.


Uma catequese bíblica ajudará catequistas, catequizandos e famílias, a fazerem a experiência do encontro com a Palavra, pois é esse encontro que “muda a vida e dá sentido ao ser e agir de quem é cristão, corrigindo posturas e aderindo ao modo de ser, de pensar e de agir de Jesus Cristo. O Evangelho passa a ser o critério decisivo para o discernimento em vista da vivência cristã” (DGAE, n. 92).


Se você quiser aprofundar o estudo bíblico, ou conhecer subsídios que podem lhe ajudar na formação dos catequistas, apresento alguns títulos que podem lhe ajudar. São publicações da Editora Vozes que nos ajudarão muito, são eles:


- Roteiro de leitura da Bíblia: Esse livro se trata de uma proposta para percorrer o Antigo e o Novo Testamento à luz de textos-chave contextualizados nas épocas históricas em que os livros bíblicos foram escritos.


- A Bíblia, elementos historiográficos e literários: Este livro oferece auxílio àqueles que querem elementos para um melhor entendimento da historiografia e da literatura bíblica e pode ser utilizada tanto nas disciplinas introdutórias dos cursos de Teologia, mas também pelas comunidades eclesiais e lideranças cristãs.


- A Bíblia. História, curiosidades e contradições: esse livro é quase um dicionário bíblico, mas respeita a linguagem acessível e sucinta que precisamos para aquelas dúvidas rápidas que surgem quando estamos diante do texto bíblico. Podemos encontrar resposta sobre os autores, atores, eventos e curiosidades que surgem nos textos, bem como apresentar o significado dos nomes de personagens e lugares bíblicos. É de grande ajuda para uma explicação rápida que nos abre para esse maravilhoso universo da compreensão bíblica.


Por hoje é isso. Até a próxima!


Débora Pupo é Coordenadora Regional da Dimensão Bíblico-Catequética do Regional Sul 2, da CNBB e autora da coleção "Crescer em Comunhão" e dos livros: "Catequese... Sobre o que estamos falando mesmo?" e "Celebrações no Itinerário Catequético... Sobre o que estamos falado?", todos publicados pela Editora Vozes. Bacharel em Teologia, pela Faculdade Missioneira do Paraná, a colunista também é mestre na mesma área, formada pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Curitiba, tendo como título de sua dissertação: "Iniciação Cristã e Catequese com adultos: um caminho para o discipulado".



110 visualizações

Contato

Loja Virtual

Site Institucional

Desenvolvido por - Editora Vozes