top of page
  • Redação

Como cultivar uma vocação: 10 dicas

Agosto é o Mês das Vocações!


Confira as dez dicas de Dom Orlando Brandes para cultivar uma vocação:


1) Reze sempre, sem deixar de fazê-lo, com fervor, diariamente pelas vocações. Nos Estados Unidos, numa pequena paróquia tinha muitos padres. O bispo daquela diocese dizia: “Aqui tem adoração o ano inteiro em todas as paróquias e casas religiosas pedindo operários para a messe”.


2) Fale, pergunte e explique aos catequizandos a respeito da sua vocação focando a pessoa de Jesus e o grande bem que um padre é para as famílias e para a sociedade.


3) Não tenha medo de receber uma resposta negativa ou até uma gozação ou irritação de alguém ao apontar e atrair algum vocacionado. Colaborem com os formadores dos seminários na sua missão e ajude um vocacionado pobre.


4) Não pense que Deus dá vocações só para adultos ou só para crianças. Há vocacionados desde o útero materno. Toda hora, toda idade, toda a etapa da vida é hora de Deus chamar. João e André foram chamados às 4h da tarde, na “undécima hora”. Moisés foi chamado aos 80 anos. Ordenei um diácono viúvo com 78 anos. É um excelente sacerdote.


5) Visite famílias, escolas, faculdades e fale sobre a vocação de modo simpático, atraente e convincente, cuidando para não ser inoportuno.

6) Fale sempre bem da Igreja, dos seminaristas e dos padres em casa e em qualquer lugar. Mesmo onde há falhas e defeitos por parte das pessoas de Igreja é possível falar e fazer ver o lado positivo.


7) Ajude um vocacionado a dar os primeiros passos: falar com seus pais, orientar-se com um padre, visitar um seminário, ser coroinha, entrar na Infância Missionária.


8) Apoie, participe da Pastoral Vocacional, leia sobre a vocação, conheça a vocação de todas as personalidades bíblicas: Abraão, Moisés, Elias, Samuel, Jeremias, Pedro, João, Paulo. Conheça e invoque santos e santas que foram padres ou religiosas.


9) Motive os pais, parentes e amigos do vocacionado para que apoiem, cultivem, promovam um(a) filho(a), parente vocacionado na família. Muitos vocacionados desistem pelo negativismo dos pais e a gozação dos colegas.


10) Faça de tudo para que o pároco, as lideranças, as pastorais, os movimentos, os grupos de jovens incentivem as vocações. Um ponto-chave para cultivar vocações é a unidade e a alegria dos padres. Um presbitério unido e alegre é propaganda vocacional.

 

Sobre a obra:


Dom Orlando Brandes


O sacerdote tem os olhos fixos na glória de Deus e na salvação do mundo. Ele aponta para o primado de Deus e para a elevação da dignidade humana, assumindo o propósito do esquecimento de si e a promoção do outro. Ele assume a missão de cultivar o amor a Deus através de vários ensinamentos e atitudes que farão a diferença em seu cotidiano e na própria realização de sua vida pessoal. Este é um livro destinado àqueles que estão discernindo um processo vocacional de levar Deus às pessoas, tendo como propósito cultivar essa missão nos dias atuais.

127 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page