top of page
  • Redação

Em louvor a Maria



Que ventura louvar-te, ó Maria, cheia de graça, mãe de Jesus e mãe do nosso Deus, senhora da humildade e do silêncio, virgem rescendente de encanto e formosura, vida feita oração, ternura e serviço, honra do nosso povo e glória dos eleitos!


Tu és a Eva verdadeira concebida sem pecado, a companheira de Cristo no Calvário e corredentora da salvação, a assunta pelos anjos ao céu e nossa advogada junto a Deus. Medianeira de todas as graças, és a mulher que sofreu mas não pecou, a mãe que deu à luz mas não perdeu a virgindade, a pureza sem jaça, a beleza espiritual sem rugas.


Tu és a Eva verdadeira concebida sem pecado, a companheira de Cristo no Calvário e corredentora da salvação, a assunta pelos anjos ao céu e nossa advogada junto a Deus. Medianeira de todas as graças, és a mulher que sofreu mas não pecou, a mãe que deu à luz mas não perdeu a virgindade, a pureza sem jaça, a beleza espiritual sem rugas.


Nós te louvamos, ó santa mãe de Deus e nossa mãe, porque não te revoltaste diante das surpresas do presépio, nem te negaste à dor de proteger teu filho no exílio. Quando o anjo, em nome de Deus, te convidou para seres a mãe daquele que nos salvaria, ofereceste teu corpo como templo íntegro e santo e tua vontade, sem condições, como consagração de escrava.


Não és apenas a “toda bela” e a “mãe do divino amor”, és também a “virgem sem medo” e a “rainha dos mártires”. Aos pés da cruz, permaneceste inteira e impotente, enquanto teu Filho gritava aos céus e rendia seu espírito. Depois, recebeste seu corpo, sem vida, nos braços e te tornaste a Pietà de nossa dor e veneração. Teu coração, que conservava seus gestos e palavras, confiava, agora, e esperava em sua ressurreição. A piedade chamou-te de virgem do silêncio e da soledade. Nós, na admiração, te louvamos e rezamos com o anjo Gabriel:


Salve, Maria, mãe de Deus e nossa mãe! Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre, Jesus! Rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte! Se somos uma Igreja feliz por ter um tão grande salvador, somos também uma comunidade de fé alegre e confiante por ter uma tão grande mãe, linda, rica, cheia de graça e beleza, senhora dos anjos e dos homens, virgem puríssima e porta do céu, refúgio dos pecadores, saúde dos enfermos e rainha da paz, consoladora dos aflitos, rosa mística e escrava do Deus altíssimo, ó Maria!


Amém.

 

Sobre o livro:



"Rezar é sempre uma forma personalíssima de ser (religioso). Todos podemos ser pessoas de oração, mas minha mãe rezava de um jeito, meu pai de outro e cada pessoa é irrepetível quando se coloca de joelhos em oração." Esta obra reuni orações, salmos e louvações.

44 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page