top of page
  • Redação

Os sete sacramentos

Momentos existenciais significativos são atingidos pela graça, que impulsiona sempre a uma maior fidelidade e crescimento na vida cristã, aos quais correspondem os sacramentos chamados de iniciação, cura e serviço: Š


Sacramentos da Iniciação à Vida Cristã: lançam “os fundamentos de toda a vida cristã [...], apresentam certa analogia com a origem, o desenvolvimento e a sustentação da vida natural. Os fiéis, de fato, renascidos no batismo, são fortalecidos pelo Sacramento da Confirmação e, depois, nutridos com o alimento da vida eterna, na Eucaristia” (CIgC, n. 1.212).


– Batismo: nascimento para uma vida nova, a vida em Cristo, na comunidade cristã.

– Confirmação: a maturidade da fé leva o ungido com óleo perfumado, na força do Espírito, a testemunhar a Boa-nova do reino, irradiando, nos mais diversos ambientes e circunstâncias o bom odor de Cristo.

– Eucaristia: Jesus, pão partido, dá-se em alimento para que o cristão viva mais intensamente a comunhão, a solidariedade e a partilha. Š


Sacramentos de Cura: assim como a vida humana é marcada por contradições, altos e baixos, luzes e sombras, saciedade e necessidade, sujeita à dor, doença e morte, a vida do cristão também é marcada por inconstância, infidelidade e pecado. Porém, Jesus, rosto da misericórdia do Pai, continua, na Igreja, sua ação libertadora, regeneradora e curativa e é esta “a finalidade dos dois sacramentos de cura: a Penitência e a Unção dos Enfermos” (CIgC, n. 1.420-1.421).


– Penitência: o abraço misericordioso do Pai encontra o coração de quem se arrepende, busca perdão, e retoma o caminho da reconciliação e da paz.

– Unção dos Enfermos: a presença solidária da Igreja faz com que, em momentos de doença grave, de fragilidade na velhice e de dor, a pessoa sinta a proximidade da ação amorosa de Deus que cura, encoraja, anima e restaura a esperança. Š

Sacramentos do Serviço: o homem e a mulher são chamados a sair de si, a se realizarem, realizando outros, a encontrarem alegria e felicidade fazendo outros felizes. Assim, na Igreja, dois sacramentos visam à salvação dos demais:


– Ordem: os que recebem o sacramento da ordem são consagrados para ser, em nome de Cristo, “pela palavra e pela graça de Deus, os pastores da Igreja” (LG, n. 11).


– Matrimônio: “os esposos cristãos, para cumprirem dignamente os deveres de seu estado, são fortalecidos e como que consagrados por um sacramento especial” (CIgC, n. 1.533-1.535).

 

Sobre o livro:

Nas águas da salvação


Vanildo de Paiva (org.) Cláudia Susana Cristino Maria Cristina Centurião Padilha

Maria do Carmo Martins Marlene Maria Silva Tânia Regina de Souza Antunes


Nas águas da Salvação – catequese a partir dos Ritos Sacramentais nos leva à fonte de toda a espiritualidade cristã: o batismo, e dele, como que de um rio caudaloso, a água vai dando vida, pela ação dos demais sacramentos, a cada situação específica do caminhar cristão (a maturidade, a necessidade de alimento e força para o caminho, o pecado, a doença, a vocação ministerial, o amor conjugal). (Trecho da obra)

57 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page