• Redação

Reflexão do Evangelho: Dai-lhes vós mesmos de comer! | MT 14,13 - 21

Por Padre Almerindo da Silveira Barbosa

O texto do evangelho deste domingo (Mt 14,13-21) está no contexto da morte de João Batista, que denunciou o Rei Herodes por causa de sua relação com Herodíades, mulher de seu irmão Felipe. João é acorrentado e jogado na prisão e, depois, sua cabeça é oferecida em sacrifício.


Ao saber da notícia da morte de João Batista Jesus sentiu e, por isso, se retira, de barco, à um lugar deserto, para entrar em intimidade com o Pai. Mesmo assim as multidões saíram ao seu encontro. Ao desembarcar Jesus viu aquela multidão e teve compaixão. Curou os que estavam doentes.


Ao final do dia os discípulos vão ao encontro de Jesus e pede que ele se retire, pois é um lugar deserto e que despedisse as multidões para que pudessem ir aos povoados comprar alimentos, porque estavam com fome. É nesse contexto que Jesus volta-se para os discípulos e diz para dá-lhes, eles mesmos de comer.


Como saciar uma multidão com apenas cinco pães e dois peixes? Este foi o questionamento dos discípulos. Jesus pede para eles trazerem os alimentos que tem e, em oração suplica ao Pai e abençoa-os. Todos comeram e ficaram saciados e, ainda, sobram alimentos.


O evangelho proposto oferece-nos alguns apontamentos para nosso crescimento espiritual, enquanto comunidade de fé. Não dá para seguir Jesus e ser indiferente à necessidade do outro. Mais do que ter um sentido de dó, precisamos sentir a dor do outro, assim como Jesus fez diante daquela multidão faminta.


Jesus não resolve o problema da fome das multidões sozinho. Serve-se daquilo que a comunidade tem, que são cinco pães e dois peixes. E pensando em um detalhe dos números vamos perceber que soma dos pães com os peixes chega-se à totalidade, à plenitude. É do que a comunidade tem e oferece, na gratuidade, que o milagre acontece. Só há vida plena quando há partilha do que temos e do que somos.


Por fim, Jesus nos ensina que não podemos aproximar-nos do Pão da Palavra e da Eucaristia, se não estivermos dispostos a sermos solidários, fraternos e misericordiosos uns com os outros.


Portanto, a mensagem de Jesus é muito clara para nós. Como cristãos, comunidade de fé, precisamos partilhar o que temos, sendo solidários com os que tem fome do pão material e também do pão espiritual. Somente quando formos capazes de sentir compaixão a humanidade resolverá os problemas que a afligem.


Pe. Almerindo da Silveira Barbosa, formado em Filosofia e Teologia, pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Minas Gerais, o colunista também possui especialização em Ensino Religioso, pela Faculdade do Noroeste de Minas (FINOM), e em Teologia Pastoral, realizada na Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia, em Belo Horizonte. Pe. Almerindo é coautor da coleção “Deus Conosco” e do livro Quem é esse Jesus e autor da obra A missa – Conhecer para viver, também publicado pela Editora Vozes.

0 visualização

Contato

Loja Virtual

Site Institucional

Desenvolvido por - Editora Vozes