• Redação

Reflexão do Evangelho: Não é este o filho de José? | Lc 4,21-30

4º Domingo do Tempo Comum



Por Pe. Almerindo da Silveira Barbosa


O Evangelho de hoje é continuidade do que foi apresentado, para nós, na liturgia do último domingo. O texto começa dizendo que Jesus se dirigiu à Nazaré, entrou na sinagoga e foi convidado a ler e a comentar um trecho da Sagrada Escritura. Lá proclamou que “se cumpriu a passagem da Escritura que acabastes de ouvir.”


Jesus transmite palavras encantadoras. As pessoas ficam admiradas, diante de tamanha sabedoria. Por Conhecer sua origem simples e humilde, começam a duvidar e questionar: “Não é este o filho de José?” Como pode alguém assim, falar tão bem e transmitir palavras confortadoras? Jesus apenas profetiza dizendo que “nenhum profeta é bem recebido em sua pátria.”


Ainda hoje encontramos, como Jesus, muitos desafios no exercício da nossa missão. Quem de nós não ouvimos, entre os nossos, palavras como, “como você conseguiu? Eu te conheço”, ou ainda, “Você não dará conta. A missão é grande e pesada demais”. Certamente desconhecem que somos apenas instrumentos de Deus. É sua graça que atua em nós, dando-nos a força e o discernimento, para anunciar a boa nova do reino, assim como Jesus fez.


Como seguidores de Jesus Cristo, somos convidados a não desanimar diante dos desafios e das incompreensões. Pelo Batismo Ele nos consagrou, nos ungiu e nos enviou para anunciar a boa notícia de salvação a todos os povos e para proclamar a libertação aos que estão aprisionados, de modo especial, em suas mentes fechadas e incapazes de compreender a graça de Deus, que atua e age nas pessoas.


Os nazarenos não acreditaram em Jesus, porque Ele era da mesma região. Mesmo assim Ele não desistiu de seu povo e continuou sua missão de anunciar a boa nova do reino de Deus. Para nós. Foi fiel ao projeto do Pai até o fim, sem sucumbir.


Diante dos desafios da missão de Jesus, para anunciar o reino de Deus aos seus conterrâneos, “os de sua casa”, somos convidados a fazer uma reflexão pessoal, diante da missão que recebemos pelo Batismo, de testemunhar e anunciar Jesus Cristo. Como estamos evangelizando em nossos ambientes?


Vivemos em um mundo marcado por tantos desafios e diferenças. Muitos, dentro de nossa própria família não querem viver a vida e a mensagem de Jesus. Como evangelizá-los? Eis o nosso grande desafio.


Certamente nossa missão evangelizadora será mais eficaz, a partir de nosso testemunho, de nossa coragem de não desanimar, diante das dificuldades. Não é fácil anunciar Jesus em nossa própria casa. Como Ele, também, não podemos ser fracos, nem desistir. Que Ele nos dê a sua força e sua graça, para sermos perseverantes.

 

Pe. Almerindo da Silveira Barbosa, formado em Filosofia e Teologia, pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Minas Gerais, o colunista também possui especialização em Ensino Religioso, pela Faculdade do Noroeste de Minas (FINOM), e em Teologia Pastoral, realizada na Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia, em Belo Horizonte. Pe. Almerindo é coautor da coleção “Deus Conosco” e do livro Quem é esse Jesus e autor da obra A missa – Conhecer para viver, também publicado pela Editora Vozes.

35 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo