top of page
  • Redação

Um livro para presentear: Vocação sacerdotal



A síndrome de burnout tem se mostrado cada vez mais presente. Nos últimos tempos ela também acomete o clero; seja o diocesano, seja o religioso.


A presente obra aborda as questões relativas à saúde mental do clero, ao mesmo tempo em que entende que o ministério eclesial tem características religiosas ímpares.


Leia um trecho da introdução:


"Quando a dedicação incondicional é desligada do caminho de fé e das motivações que fundamentam a identidade presbiteral e religiosa, facilmente se desenvolvem condições de cansaço e de tensão emotiva. O presbítero ou o religioso consagrado pode continuar a “correr atrás” das tantas atividades, mas sem saber o porquê; pode continuar a dedicar-se ao próximo, mas sem saber por quem faz isso. De fato, as pesquisas nos indicam que a dedicação pastoral, sem uma permanente disponibilidade ao crescimento humano e espiritual, poderá diminuir a motivação vocacional, conduzindo, em certos casos, a condições psicopatológicas.


Na tentativa de diminuir o vazio interior, gerado pela desmotivação vocacional, o presbítero ou o religioso consagrado tenderá a se dedicar sempre mais, na esperança de encontrar um motivo para seguir em frente. Porém, o empenho sem um porquê aumenta o vazio interior, até chegar ao ponto de não conseguir mais prosseguir. Tal dinâmica reativa se enquadra entre as características descritivas dos trabalhos que têm, como objetivo, ajudar as pessoas em suas necessidades físicas, psicológicas ou materiais. Em síntese, estamos nos referindo a uma particular forma de adaptação ao estresse, a chamada síndrome de burnout.".



Para aprofundarmos esse tema, convidamos o autor Vagner Sanagiotto para uma conversa no nosso canal: youtube.com/editoravozes


Data: 03 de agosto (quinta-feira)

Horário: 20h

Apoio: Instituto Acolher - ITA

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page