top of page
  • Redação

Reflexão do Evangelho: Ide e fazei discípulos | Mt 28,16-20

Pe. Almerindo da Silveira Barbosa Solenidade de Ascenção do Senhor| Mt 28,16-20



Celebramos, neste domingo, a Solenidade da Ascensão do Senhor. Esta festa, celebrada quarenta dias após a ressurreição de Jesus, nos revela que a sua humanidade, assumida e redimida, foi por Ele elevada à plena comunhão com Deus. Depois da passar por este mundo, implantando o Reino de Deus, Jesus volta para o Pai, para permanecer em sua glória.


O texto do Evangelho que ouvimos é de São Mateus 28,16-20. Nele o evangelista e sua comunidade narram o encontro dos Onze com o Ressuscitado na Galileia, mostrando a presença constante e perene do Senhor, na comunidade. Os onze estão na Galileia e recebem o mandato de Jesus para anunciar a Boa Nova a todos os povos.


Com a autoridade que recebeu, Jesus envia os discípulos, dando a eles uma ordem e uma promessa. A ordem é para evangelizar o mundo inteiro. A promessa é que Ele não os abandonaria. Estaria sempre com eles, para os fortalecer no ânimo e na coragem, para anunciar o Reino de Deus.


A ordem de Jesus é para fazer discípulos. Devem ir e fazer discípulos todos os povos. Devem batizar em nome da Trindade Santa e ensinar a sua mensagem ao mundo inteiro. A missão é transmitir a mensagem, com fidelidade, a todas as pessoas. Jesus não quer que ninguém fique excluído. Todos devem ser ajudados, para conhecerem sua mensagem e se tornarem seus seguidores.


A promessa de Jesus é de que Ele estaria com os discípulos todos os dias, até o fim do mundo. O Senhor não enganou seus discípulos, dizendo que seria fácil. Pelo contrário, deixou claro que eles sofreriam, seriam perseguidos, seriam presos e até seriam mortos, por causa de seu nome. Mas Jesus oferece garantia de estar com eles sempre. Ele não faz uma promessa falsa. Ele promete e cumpre.


Hoje, ao celebrarmos o fim da missão de Jesus no mundo, somos convidados a tomar consciência de que, agora, começa a nossa missão. Jesus vai e nos dar a incumbência de continuar o projeto do Pai e expandir o Reino de Deus no mundo e no coração das pessoas. Para isso, a Palavra nos faz refletir se estamos cumprindo o seu mandato. O seu IDE não é apenas um pedido. É uma ordem. Se queremos segui-Lo, na liberdade de escolha, devemos assumir o compromisso de acolher sua mensagem e anunciá-la às pessoas.


Assim sendo, precisamos assumir a Palavra do Evangelho, com coragem e ousadia, quando ele diz: “ide e fazei discípulos meus todos os povos”. É esta palavra que confirma a nossa missão de missionários do Reino e que somos enviados pela Santíssima Trindade, para sermos mensageiros em todos os cantos do mundo.

 

Sobre o autor:

Pe. Almerindo da Silveira Barbosa, formado em Filosofia e Teologia, pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Minas Gerais, o colunista também possui especialização em Ensino Religioso, pela Faculdade do Noroeste de Minas (FINOM), e em Teologia Pastoral, realizada na Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia, em Belo Horizonte. Pe. Almerindo é coautor da coleção “Deus Conosco” e do livro Quem é esse Jesus e autor da obra A missa – Conhecer para viver, também publicado pela Editora Vozes.

372 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page